Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Eu avisei




É chato ter que dizer isto, mas eu avisei.
O Brasil afunda na corrupção, e em breve, na miséria econômica que havíamos deixado para trás.
Um ano e meio atrás, pouco mais, eu alertei para o buraco para o qual se encaminhava o país, e alertei para o perigo em que certos líderes evangélicos incorriam ao incitar seus rebanhos particulares a “bater panelas” contra o governo de então.
Alertei que estavam fazendo o jogo de poderosas elites econômico-financeiro-midiáticas, e que não apenas politicamente estavam errados, como também biblicamente.
Mostrei que a Bíblia nos manda interceder pelas autoridades constituídas, não importando a cor da sua camisa (como diz o repórter Thiago Reis da Rádio Itatiaia de Belo Horizonte). Que temos que dar graças pelas autoridades quer gostemos delas ou não. Que muitos desses que então se arvoravam em defensores da ética e da justiça haviam permanecidos nas sombras, calados, durante os anos de ditadura militar, e durante os tempos bicudos de carestia galopante, miséria urbana e rural, desemprego crescente, inflação de dois dígitos ao mês, e arquivamento generalizado de denúncias de corrupção nos palácios republicanos.
Pois bem, esses tempos voltaram.
Ressurge o desemprego. Patrimônio nacional vendido a preço de banana para multinacionais. A corrupção, cujo fim foi anunciado aos quatro ventos há um ano, segue com mais força do que nunca. Destituíram uma presidenta por “pedaladas”, um termo tão vago e impreciso que precisou de juristas contratados a peso de ouro para tentar explicar, e agora absolvem um presidente interino, sobre o qual pesam provas incontestáveis de corrupção ativa e passiva – malas de dinheiro, conversas escusas de madrugada com empresários de índole duvidosa, compra de votos no congresso. E tudo com apoio das mesmas lideranças evangélicas que de alguns anos para cá se preocupam mais em aparecer na mídia do que ensinar as verdades bíblicas. Veja aqui que vergonha...
Procure a lista dos que votaram a favor do arquivamento das denúncias contra o presidente interino e veja que a bancada evangélica em peso ficou ao lado da quadrilha que agora comanda o país.
Veja bem: não se trata de absolver ou não o presidente e sua política, comprovadamente fracassada: trata-se primeiramente de ignorar a corrupção. Ela existe, disso não há dúvida. O que se discutiu foi se elas deviam ser investigadas ou não. Ganhou o NÃO, elas não devem ser investigadas. Com o apoio maciço da bancada dita evangélica. E com o apoio maciço da ppopulação dita evangélica, porque qualquer coisa é melhor que o PT. Então, aí está aqualquer coisa.
Esses porcos e bodes que hoje pastoreiam o povo de Deus não são homens, muito menos homens “de Deus”.
São moleques, mentirosos, venais, hipócritas, falsos profetas.
Disseram durante anos que Deus iria revelar os pecados da nação, e agora que os pecados estão escancarados, apoiam os que cometem tais pecados, em troca de algumas moedas, ou de alguns ministérios, algumas concessões de rádio e canais de TV.
Esses pilantras, que continuam com seus ternos de griffe, relógios de ouro, anéis, pick-ups de luxo e até mesmo jatinhos, diziam que a corrupção iria acabar e que Deus iria restaurar a nação. Acabou a corrupção? O Brasil foi restaurado?
Existe um pseudo-pop-star travestido de pastor (ou seria um pseudo-pastor travestido de por-star?) que chegou ao cúmulo de levar à sua congregação um membro do ministério público, engajado numa investigação de cunho totalmente político e direcionado a perseguir uma pessoa; e quando a plateia lhe virou as costas passou um “sabão” dizendo que aquele convidado era a pessoa mais importante que já havia ido àquele templo. Mal sabia ele que esse convidado chegou ao cargo atual por meio de falcatruas jurídicas, sem ter nem mesmo a formação necessária para tal investidura.
É apenas um exemplo dos descalabros, sobre os quais eu havia avisado. Mais de ano antes.
E segue a boiada atrás desses tipinhos. Que a cada dia chafurdam mais e mais na lama, como você pode ver aqui e aqui.
Ah, mas temos que interceder pelas autoridades, não temos?
Sim, temos. É mandamento bíblico. É o que nos cabe. E também pedirmos perdão a Deus por termos colocado a nós mesmos, e aos nossos irmãos, nessa situação.
Porque Deus pode estar no controle de tudo, como se diz, mas Ele entregou ao Homem o governo do mundo – e o Homem entregou a Satanás, lembra? Então a culpa é do Homem sim...
Que você interceda pelo governo e agradeça pelo aumento da gasolina, do gás de cozinha, das passagens de ônibus. Do arroz, do feijão e do leite das crianças.
Que você encare bem a perda de direitos trabalhistas, das férias, do adicional de insalubridade. 
Que você seja simpático(a) ao sucateamento dos bancos públicos, com fechamento de agências, fim do seguro-desemprego, dos benefícios sociais.
Que você veja com bons olhos o fechamento das universidades públicas, o fim do financiamento estudantil.
Que você tenha sucesso quando for negociar com seu patrão o seu reajuste salarial, e daqui a muitos anos, que seja feliz na hora da sua aposentadoria, se conseguir viver até lá.
Que você se rejubile e cante aleluia ao ver a cada dia notícias sobre políticos corruptos na TV e nos jornais, e não se revolte nas redes sociais. Afinal, você obedeceu ao seu ungido, quando votou nesses políticos que aí estão, “para acabar com o comunismo” e “pôr fim à corrupção”. E se você achar que não melhorou nada, pelo contrário, piorou, não vá mais a manifestações de domingo à tarde, nem bata panelas ou faça buzinaços. Peça explicações ao seu ungido.
Esta situação foi você que construiu. E agora seja feliz com ela.
“Em tudo dai graças...” (I Tessalonicenses 5:18)
“Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas” (Filipenses 2:14)
E, de novo, Romanos 13:
“ Toda a alma esteja sujeita às potestades superiores; porque não há potestade que não venha de Deus; e as potestades que há foram ordenadas por Deus.
Por isso quem resiste à potestade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação (...) Portanto é necessário que lhe estejais sujeitos... Por esta razão também pagais tributos, porque são ministros de Deus, atendendo sempre a isto mesmo. Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto...”

Sem revolta.

“O importante é que tiramos os comunistas do poder”.


814930

  © Blogger templates Modelo: Shiny by Ourblogtemplates.com 2008 - personalizado por Georges - que ralou pra caramba!

Voltar ao INÍCIO