Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 20 de novembro de 2011

Star Trek ou Terminator


Outro dia estava arrumando umas coisas na minha estante e me lembrei de dois filmes que vi, há algum tempo. Os dois de ficção científica, gênero que gosto muito por conta da fantasia, imaginação e aventura. Um deles é o remake de “Star Trek – Jornada Nas Estrelas”, que conta o início das aventuras do Capitão Kirk, do Sr. Spock e companhia. O outro é o último capítulo – pelo menos até agora – de “O Exterminador Do Futuro”. Coisa interessante desses dois filmes é que ambos retratam visões de futuro que poderão vir a acontecer de fato... mais para “Star Trek”, mas pelo menos parte de “Terminator” ilustra o que vou tentar explicar.
Primeiro, quero dizer que “Star Trek” é um tipo de utopia, isto é, a projeção fantasiosa de um mundo quase perfeito. O cenário é o século 23. A Humanidade atingiu um grande avanço tecnológico e depois de uma guerra devastadora, se uniu sob um só governo centralizado, e também a civilizações de outros planetas na chamada “UFP” (sigla para Federação de Planetas Unidos ou algo similar). Apesar de sempre surgirem problemas (sem os quais não haveria a aventura) o cenário geral é de pelo menos tentar a convivência pacífica e progredir sempre.
Já “Terminator” é uma distopia, ou seja, uma “utopia ao contrário”, um mundo onde tudo deu errado (“Blade Runner” é outro filme desse tipo, onde as condições da humanidade no futuro serão piores do que atualmente, em que pese o avanço tecnológico). Em “Terminator”, as máquinas e computadores em determinado momento se tornam auto-suficientes e resolvem acabar com a humanidade, a quem consideram uma ameaça. A história gira em torno da “resistência”, o que restou da raça humana após o holocausto perpetrado pelas máquinas assassinas, lutando em desvantagem contra a tirânica dominação “cibertecnológica”. O cenário é um mundo devastado e pessoas em condições miseráveis, perambulando por lugares inóspitos, constantemente fugindo da aniquilação total.
E o que isso tudo tem a ver com este blog? Não tratamos de cinema. Mas é interessante fazer um exercício de imaginação e verificar que, se lermos atentamente o livro de Apocalipse, há nele a descrição de eventos desastrosos para grande parte da humanidade. Guerras, fomes, doenças, fenômenos cósmicos (queda de corpos celestes), desastres ecológicos, alterações climáticas extremas, terremotos, tudo isto já está previsto nas Escrituras há 1.900 anos! Fora outros fenômenos que a ciência nunca conseguirá explicar. Isso tudo, segundo cálculos de estudiosos do assunto, reduzirá a população mundial a 1/4 ou 1/5 da atual, em apenas sete anos!
Imagine visualizar uma grande cidade dos dias atuais depois desse período! Irá ser muito parecida com as cenas de “Terminator”: pessoas famintas, esfarrapadas, desesperadas, em busca de um alívio para o seu tormento... Não sei quanto aos robôs assassinos, mas o cenário e o clima de terror e apreensão do filme poderão ser realidades palpáveis. Menos o “salvador” John Connor. O Salvador que resolverá toda essa situação agora virá como Senhor e Rei, Jesus Cristo.
E “Star Trek”, onde se encaixaria? Bem, outro exercício de imaginação. Depois que o causador de toda essa bagunça – Satanás, o Diabo, enganador, a antiga serpente – for preso pelo Único e Verdadeiro Senhor, a humanidade – o que restou dela, junto com os que haverão sido preservados de toda essa grande tribulação – viverá um longo período de paz, harmonia e prosperidade, como Deus havia planejado desde o início de sua criação. Isaías, Ezequiel e outros profetas do Antigo Testamento dão detalhes dessa época. A saudação típica do Sr. Spock – “vida longa e próspera” – poderá muito bem ser adotada, já que a longevidade será um fato corriqueiro.
Por que não imaginar que, junto com essa prosperidade, não poderiam vir também avanços tecnológicos e científicos? Lembre-se, nessa época a humanidade estará livre da influência do pecado e do Diabo. O Homem poderá explorar o seu potencial criativo que desde a queda no Éden tem ficado muito aquém do que os próprios cientistas da atualidade entendem ser possível. Por que não seria possível criar naves que possam viajar pelo espaço, e quem sabe descobrir outros planetas? Aí tem a questão sobre se existe vida inteligente em outros lugares do Universo. Tem gente que acha que não, e provam por A + B; outros já acham que existe, e também dão provas interessantes de suas teorias... Em todo caso, no século 23 as condições gerais do planeta Terra com certeza serão melhores do que hoje, e o governo será também unificado, não sob a Federação dos Planetas, mas debaixo do senhorio daquele que é o mesmo ontem, hoje e eternamente.
O que você acha? Está preparado para enfrentar os anos de tribulação, quando a maior parte da humanidade será exterminada, ou ficará a salvo, esperando o retorno glorioso do Senhor, para reinar com Ele não numa utopia, mas num mundo de real plenitude?
A decisão é sua.

(texto publicado anteriomente no blog.teophilo.info)

111400

  © Blogger templates Modelo: Shiny by Ourblogtemplates.com 2008 - personalizado por Georges - que ralou pra caramba!

Voltar ao INÍCIO