Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 11 de janeiro de 2015

Escolha seu ano profético!

ou apostólico, tanto faz!

Já falei sobre isto antes, no longíquo ano de 2010, aqui, mas como a moda permanece, vai de novo um artigo só com imagens para ficar mais fácil a sua escolha... se bem que  no artigo de 2010 eu falava sobre ano profético, desta vez o ano é apostólico, veja só que coisa:




Esse é picareta mesmo: copiou exatamente a mesma imagem do “ano apostólico de Joel” da Renascer em 2013, só mudou o ano para 2015, acrescentou o logo da igreja e a charmosa foto do casal untado...
Por falar em Renascer, que agora anuncia o ano apostólico de Daniel (desde quando Daniel é apóstolo, eu ainda não descobri), ela é a campeã: veja o que ela já promoveu nos últimos anos.
1997 - Ano Apostólico das Portas Abertas
1998 - Ano Apostólico da Porção Dobrada
1999 - Ano Apostólico da Grande Pesca
2000 - Ano Apostólico da Ressurreição
2001 - Ano Apostólico da Restituição
2002 - Ano Apostólico da Promessa
2003 - Ano Apostólico de José
2004 - Ano Apostólico de Neemias
2005 - Ano Apostólico de Josué
2006 - Ano Apostólico de Isaque
2007 - Ano Apostólico de Elias
2008 - Ano Apostólico de Ester
2009 - Ano Apostólico de Davi
2010 - Ano Apostólico de Pedro
2011 - Ano Apostólico de Abraão
2012 - Ano Apostólico de Mateus
2013 - Ano Apostólico de Joel
2014 - Ano Apostólico de Calebe




Esse último também é profético, e não apostólico, o da Sara Nossa Terra, e traz uma novidade. Você tem três opções de bênção de acordo com a sua oferta:
– oferta de R$ 300,00 = restituição + livro grátis;
– oferta de R$ 600,00 = restituição + Bíblia rosa grátis;
– oferta de R$ 1.000,00 = restituição + super caneta dourada. Veja só que beleza! Você PAGA R$300, 600 ou 1.000 e leva o brinde GRÁTIS! Melhor impossível!
Pronto, agora você não tem mais desculpa para não aderir à onda do ano profético. Interessante é que não existe unidade nessas profecias, já que até mesmo dentro da mesma denominação (por exemplo, IEQ) há orientações proféticas completamente diferentes. Por outro lado, seria o fato da preferência  pela restituição” uma revelação profética ou apenas mera coincidência de tanta gente no ritmo de Provérbios 30:15? 
Faça hoje mesmo a sua escolha.
Eu poderia ficar aqui dando várias sugestões de anos proféticos muito mais em sintonia com o momento que vivemos, a era da Graça e da Igreja. Por exemplo, poderíamos adotar 2015 como o ano de Zaqueu, que deu metade do que possuía aos pobres e restituiu quatro vezes mais o que havia obtido por meio de fraude. Não... esse não seria bem aceito pela igreja moderna que tem muito apreço pela prosperidade material.
Ou então o ano profético de Tiago, conhecido por joelhos de camelo de tanto tempo que passava ajoelhado em oração. Mas morreu decapitado por incomodar demais o povo de seu tempo. Esse também não ia dar certo.
João Batista era um profeta, elogiado por Jesus como o maior de todos os homens até então; mas também acabou perdendo a cabeça, não ia pegar bem.
Pensando melhor, antes que alguém decida fazer o ano profético de Estêvão, aquele que disse que Deus não habita em templos de pedra e acabou levando um  monte de pedrada, vamos acabar com essa bobagem de ano profético?
Porque do jeito que está, estamos passando ao mundo a impressão de que Jesus Cristo é um louco: manda cada parte de Seu Corpo ir para um caminho diferente. Imagina sua cabeça ordenando uma coisa a uma perna e outra coisa a outra perna. É por aí.

588.900 

  © Blogger templates Modelo: Shiny by Ourblogtemplates.com 2008 - personalizado por Georges - que ralou pra caramba!

Voltar ao INÍCIO