Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Especial Mundo Cão - capitulo 2


De repente houve uma inundação de noticias bizarras envolvendo “personalidades gospel”, que não resisti e resolvi fazer mais uma edição de tosqueiras evangélicas. É melhor tomar um anti-ácido antes, porque o que andam fazendo por aí dá vontade de chamar o Juca.

Mulher de Kaká faz ensaio “ousado” para revista RG
Segunda, 27 de agosto de 2012 - Caroline Celico, 25, mulher do jogador Kaká, fez um ensaio ousado para a revista “RG”, edição de setembro. À revista, ela disse: “Fazia as coisas para agradar aos outros, achando que assim estaria agradando a Deus”. Carol e o marido deixaram a Igreja Renascer em 2011. Agora, Caroline planeja abrir a franquia de uma loja espanhola de artigos para bebês em São Paulo. A informação é da jornalista Monica Bergamo, da Folha de S. Paulo/Band News TV. Foto: Tinko Czetwertnski/Divulgação
Comentário – espero que essa noticia seja apenas um mal-entendido, a ser desfeito o mais rápido possível. Depois das asneiras que outra “popstora” anda soltando na mídia, com um tal “culto das princesas”, agora essa patricinha, figurinha carimbada nas mais caras lojas de moda de Milão e Madri, me aparece com essa idiotice. Já ouvi comentário do tipo “ah, mas ela é jovem e ainda é imatura”... tudo bem, então se é imatura, por que posar de “pastora”? Amadurece primeiro, ora...

Preso o "pastor" da "igreja da maconha" 
Quinta-feira, 16 de agosto de 2012 - A Guarda Municipal prendeu nesta terça-feira (14) o responsável pela sede da “Primeira Igreja Niubingui Etíope Coptic de Sião do Brasil”, no bairro Praia dos Namorados, na cidade de Americana (176 km a noroeste de São Paulo), por tráfico de drogas. O “pastor”, de 53 anos, é ativista social, publicitário e faz apologia ao uso da maconha como ato religioso, chegando a afirmar que “Jesus era maconheiro, Canaã vem de Cannabis e Pão da Ceia era de Maconha”. Também foram detidos na chácara dois jovens de 18 anos e um adolescente. Os guardas localizaram 37 pés de maconha, alguns com cerca de 1,80m de altura, plantados em caixas e em canteiros na entrada da casa. Também foram encontrados em um quarto galhos secos pendurados. Segundo a Guarda, na entrada da propriedade um aviso colado no portão informava o horário de funcionamento e o valor da entrada. Peritos do Instituto de Criminalística estiveram na propriedade para exame de constatação de drogas, e a perícia da Polícia Civil vai investigar se as mudas encontradas possuem o princípio ativo da maconha que é responsável pelos efeitos da droga no organismo. O caso foi registrado no plantão policial da cidade. As apreensões no local são reincidentes: no ano passado, foram apreendidos 32 pés de maconha, o responsável pela empresa prestou depoimento e depois foi liberado. Em 2010, a Delegacia de Investigação sobre Entorpecentes (DISE) já havia apreendido na “igreja” seis pés de maconha. (Foto: Edu Fortes)
Comentário – uma reportagem recente diz que o uso prolongado de maconha prejudica o cérebro, tornando o usuário semi-imbecil. Aí está a prova. Para nossa tristeza, o sujeito ainda por cima se intitula “pastor”... Muito doido esse “pastor”... levou ao pé da letra a passagem do Salmo: “deitado em verdes campos”... sem mais comentários.
 
"Pastor" maluco aparece cheirando Bíblia na Internet e gera polêmica
Terça, 28 de agosto de 2012 - A imagem do “pastor” Lúcio Barreto, mais conhecido como Lucinho, “cheirando” a Bíblia como se fosse cocaína, no convite para um culto de jovens na Igreja Missão Evangélica Praia da Costa, na cidade de Vila Velha/ES, gerou polêmica nas redes sociais e fora dela, por conta de uma alusão ao consumo de drogas. O “pastor” é da ex-igreja batista da Lagoinha, em Belo Horizonte, e há três anos prega na igreja em Vila Velha, no culto “Quarta Louca por Jesus”. “O pastor Lucinho tem um projeto especial com a juventude. A ideia da imagem é mostrar que a Bíblia dá mais prazer do que qualquer droga. Nosso objetivo não é alcançar os já cristãos. É alcançar os que estão longe. Tirar as pessoas do lugar onde a maioria está, nas drogas, no vício, para dentro dos princípios de Deus, onde há prazer e alegria de verdade”, afirma o pastor presidente da Missão Evangélica Praia da Costa, Simonton Araújo.
Nas redes sociais, a foto foi compartilhada por pessoas de diferentes religiões, algumas fazendo trocadilhos como “carreira gospel” e “ao pó voltarás”. Muitos cristãos criticaram a foto por entender que a imagem associa o Evangelho com o vício ou as drogas. Segundo Simonton Araújo, a foto foi retirada do site do “pastor” Lucinho para confeccionar o convite. “A intenção é das melhores. Mas criticar é um direito democrático. Nós, entretanto, aprendemos com a Bíblia a tratar com cuidado aqueles que estão proclamando o nome de Cristo e a respeitar mesmo quando não gostamos ou concordamos com algo”, diz. O presidente da Missão Evangélica Praia da Costa afirma que cerca de 1,5 mil jovens por semana participam da pregação, que começa às 20h e termina às 22h. “O nosso objetivo está sendo alcançado: os jovens estão buscando a Deus e estudando a Bíblia”, defende.
A assessoria de comunicação da Igreja Batista da Lagoinha informou que não se manifestaria sobre o assunto porque o “pastor” Lucinho tem assessoria de imprensa própria. O G1 tentou falar com o pastor Lucinho e sua assessoria de imprensa dele. A mulher e o irmão dele disseram que o “pastor” está em pregação nos Estados Unidos e que voltaria ao Brasil só no dia 29 de agosto.
(Foto: Missão Evangélica Praia da Costa/Divulgação) – reportagem de Amanda Monteiro - Do G1 ES - *Colaborou Alex Araújo, do G1 MG
Comentário – posso estar enganado, mas se esse tal “pastor” for o mesmo que protagonizou umshow de bizarrices na ex-igreja batista Getsêmani em Belo Horizonte, só posso dizer que ele está no ramo errado. Se for o mesmo sujeito que “ofereceu a guitarra pra Jesus” e depois a destruiu, “ofertando” sucata para o Rei dos Reis, é caso de internação em instituição psiquiátrica. Pode também ser processado por plágio, por copiar o Angus Young (da banda AC-DC), Pete Townsend (do The Who) e Paul Stanley (do KISS). E agora falando sério, se não for o mesmo indivíduo, que coisa essa de comparar a Bíblia a uma droga cujos efeitos não precisam ser comentados. É assim que essa turma pretende pregar o Evangelho e “manter o jovem na igreja”, banalizando o Livro Sagrado? Conheci há muitos anos o pastor Reuel Feitosa, fundador do Desafio Jovem, uma entidade que trabalhava na recuperação de, principalmente, drogados, viciados e homossexuais, em Belo Horizonte, nos moldes do trabalho que David Wilkerson relata em seu livro “A Cruz e o Punhal”. Pastor Reuel era muito atuante, participava dos cultos com os jovens recuperados e em processo de recuperação (pois o abandono do vício às vezes levava algum tempo), mas não gostava que os convertidos se expressassem em termos como “Jesus é um barato”, ou “Cristo é o maior barato”. Ele dizia que Jesus não é nenhum “barato”, Jesus não “dá barato”, não deixa ninguém “alto” ou “ligado”. Jesus não é uma droga, uma bebida. O que Jesus faz nem de longe pode ser comparado ao que uma substância química faz.
Esse “pastor” Lucinho poderia fazer um estágio com o Pastor Reuel, em vez de ficar envergonhando os verdadeiros cristãos. Em vez de dar aos incrédulos oportunidade para gozação e zombaria, de ridicularizar – ainda mais – os evangélicos. Depois reclamam que são perseguidos, sofrem bullying, etc.
E só para relembrar, esse tal Simonton é outro que gosta de aparecer; em um de seus “cultos” um grupo de jovens aparece fazendo uma coreografia só de cueca, dentro do “templo”. Agora me digam se isso é para a glória de Deus ou para o “Líder” aparecer. Não me surpreenderia nada se esses malucos surgirem como candidatos a algum cargo político – e é perigoso serem eleitos por seus seguidores descerebrados. Talvez por isso esses aspirantes (epa) a pop-stars tenham “assessoria de imprensa” própria, coisa que nenhum discípulo de Jesus nunca imaginou.

Travesti conta por que "deixou de ser evangélico"
Segunda, 27 de agosto de 2012 – E por falar em travesti, o travesti Léo Áquila e o ator Felipe Folgosi, participantes do reality show “A Fazenda 5”, são vistos numa das transmissões conversando sobre espiritualidade”. O travesti aproveitou para falar sobre os motivos que o fizeram deixar de freqüentar uma igreja evangélica. O travesti contou para o ator que antes de se tornar evangélico era freqüentador da Igreja Católica, mas mudou de religião para tentar entender o seu comportamento homossexual. Mas na igreja sua opção sexual não foi aceita e ele passou a não mais acreditar no Deus que lhe foi pregado naquela denominação. “As pessoas ao invés de me acolher, me entender, me orientar, me acusavam e me afastavam de Deus. Quem vai se aproximar de um Deus que é mau, que vai te castigar e te mandar para o inferno?”, disse. Felipe tentou explicar que as pessoas extrapolam a interpretação da Bíblia e tentou mostrar seus conhecimentos como cristão. “A própria Bíblia diz que Jesus acabou com a lei”, disse, explicando que agora estamos na era da graça. A conversa sobre Deus e religiões se estendeu entre os finalistas e o ator tentou dizer que não é possível para o homem compreender a grandeza de Deus. “Na verdade é tão fora da nossa compreensão o que é Deus”, disse Felipe, que ficou conhecido no reality como ‘o bom moço’. Léo voltou aos problemas durante o período em que foi evangélico, dizendo que não acredita que o homossexualismo seja uma opção. “Os pastores me diziam que Jesus já sabia o meu nome antes de eu nascer (…) mas daí e comecei a calcular as coisas (…) Qual é o prazer desse Deus que me foi pregado lá de me deixar nascer, porque ele sabia que eu nasceria homossexual, porque ele sabe que isso não é uma opção, se fosse uma opção eu não teria escolhido ser homossexual”. Hoje Léo Áquila e toda a sua família são kardecistas e acreditam que as pessoas são diferentes para que todos possam praticar a tolerância. No espiritismo eles acreditam na evolução do espírito, e assim o travesti crê que pôde encontrar as respostas para suas questões pessoais. (fonte: http://geradosnotrono.blogspot.com.br/)
Comentário - dizer que Deus é mau porque “manda alguém para o inferno” é o cúmulo da ignorância... primeiro que Deus é amor, mas também é justiça. O pecador que não se arrepende assume a culpa pelo erro. Segundo, a Bíblia que essa pessoa afirma conhecer diz que o inferno foi feito não para o ser humano, mas para o diabo; logo, o ser humano vai para o inferno por opção própria. Assim como opta pela chamada “orientação sexual”, doa a quem doer – é uma opção sim. Se alguém quiser procurar encontrará centenas de casos de ex-homossexuais e ex-travestis, transformados pelo único poder capaz de operar tal mudança: o poder do Evangelho (não o de Kardec ou de qualquer mortal, mas o das boas novas de Jesus Cristo: o poder que liberta, transforma e cura). Se a pessoa optar por mudar de vida, o poder de Deus fará o que para nós é humanamente impossível e incrível. Basta a pessoa querer, porque se não quiser, Deus não fará nada. Isso é que significa “a graça” – a abolição da Lei não quer dizer que agora vale tudo, que pode-se fazer o que se queira. Que raciocínio mais raso e vil! O Homem é quem escolhe o seu destino eterno, passar a eternidade ao lado de Deus, em santidade, ou fazer companhia ao Diabo e seus anjos no lago de fogo – isso é o que Bíblia ensina! E por fim, é óbvio que é mais confortável para a carne, pelo menos por ora, adotar uma crença que nega o inferno, e que, ao contrário, diz que as pessoas vão se aperfeiçoando com o tempo (o que a Bíblia não ensina). Isso explica a grande quantidade de homossexuais que seguem essa trilha. Pobre Leo.

169100

  © Blogger templates Modelo: Shiny by Ourblogtemplates.com 2008 - personalizado por Georges - que ralou pra caramba!

Voltar ao INÍCIO