Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 26 de setembro de 2010

Palavra profética do "apóstolo" Estevam Hernandes:

No “culto do poder” da quarta-feira, 22 de setembro de 2010, o “apóstolo” Estevam Hernandes, dono da Igreja Renascer, voltou a criticar blogueiros que expressam na internet suas opiniões. Durante a pregação Estevam afirmou:
“Esses vagabundos que ficam escrevendo esses blogzinhos, gente que se diz servo de Deus e ficam escrevendo bobagens na internet, isso é tudo endemoniados. Amém?”
No dia seguinte após um questionamento de um membro da Renascer que se disse chocado com a afirmação, o “apóstolo”  usou o Twitter para reafirmar sua opinião: “a verdade choca mesmo”, mas fez uma ressalva: “não falei todos (os blogueiros), mas, sim os que usam pra destruir o Corpo esses são mesmo…”
Entre blogueiros e twitteiros alguns concordaram, já outros demonstraram profunda indignação e reprovação ao ato. Diversas publicações no Twitter surgiram sobre o caso: “E eu achando que o foco de um culto teria que ser Deus… Sinceramente acho que tem coisas mais importantes para se falar no púlpito”, disse um, “Chamar blogueiro de vagabundo endemoniado só porque ele deu uma opinião e ainda querer que a igreja (que nada tem a ver com isso) concorde é RIDÍCULO”, afirmou efusivamente outra “twittada”.
Outros líderes evangélicos, como Marco Feliciano e Silas Malafaia, também já se expressaram contra as opiniões contrárias a eles publicadas em sites e blogs pessoais na internet. Por exemplo, aqui: http://www.genizahvirtual.com/2010/04/silas-malafaia-chama-pastores-e-crentes.html
Quer dizer: num momento em que se discute a liberdade de opinião e de expressão, e começa a ser reconhecido o papel dos blogs na formação de uma massa de opinião crítica e democrática, vem a público esse senhor para condenar o direito de cada um expor a sua opinião. O próprio presidente Lula, depois de várias ocasiões em que criticou a imprensa, admitiu que não gosta de ser criticado, e fez uma “mea culpa” perante uma extensa platéia, dizendo que é saudável ouvir opiniões contrárias.
O colunista Merval Pereira, comentarista da Globo News, é outro defensor dos blogs como alternativa ao mainstream da grande imprensa, justamente por conta de sua independência editorial; mas agora, mais uma vez, aparecem essas figuras retrógradas, que não hesitam em descer a lenha no Ahmadinejad, no Hugo Chávez e no Fidel Castro, mas agem da mesma forma ao tentar cercear a liberdade daqueles que lhes são contrários. Não sabem o que é democracia, nem liberdade de expressão. Só usam esses conceitos a seu próprio favor, em seu próprio benefício. Quando se sentem incomodados, botam a boca no trombone e soltam os maiores impropérios, vociferando maldições a torto e a direito; mas negam aos outros o mesmo direito. São, de fato, farinha do mesmo saco.
Quem é Estevam Hernandes? Nascido em São Paulo em 1954, Estevam Hernandes Filho deixou a Igreja Cristã Pentecostal da Bíblia nos anos 80, e passou a realizar pequenas reuniões informais em seu apartamento, iniciando o que mais tarde se tornaria uma das mais populares igrejas evangélicas do Brasil. Abandonou sua carreira de profissional de marketing e se dedicou exclusivamente à Igreja Apostólica Renascer em Cristo, ao lado da esposa Sonia. Com sua experiência profissional, expandiu rapidamente seus negócios na área de Comunicação, adquirindo emissoras  radiofônicas como a Gospel FM e uma rede de televisão (Rede Gospel), tendo se enrolado na compra da falecida TV Manchete.  Importou a Marcha para Jesus, evento que levou às ruas de São Paulo em 2007 cerca de três milhões e meio de pessoas e acontece também nas principais cidades do Brasil e do mundo. 
Também foi um dos responsáveis pela explosão da música gospel, antevendo o que seria o segmento atualmente, criando o Renascer Praise, promovendo shows de bandas nacionais e estrangeiras. É detentor da marca Gospel no Brasil, e presidente da CIEAB (Confederação das Igrejas Evangélicas Apostólicas do Brasil); criou a Fundação Renascer, responsável pelas frentes assistenciais de sua igreja, com casas de repouso para idosos, abrigos para crianças carentes, centros de reabilitação para dependentes químicos e o "expresso da solidariedade", que consiste na entrega de refeições para moradores de rua. 
A Renascer conta atualmente com mais de mil e quinhentos templos espalhados por todo o Brasil, América Latina, Europa e Estados Unidos. Na Espanha, por exemplo, brilha a estrela do jogador Kaká, recém-ungido diácono pelo próprio “apóstolo”. Só não sei onde na Bíblia existe unção de diácono, mas a esposa do jogador, a socialite e patricinha profissional Caroline Celicco, é tida como pastora, mesmo sem ter cursado Teologia, e do alto dos seus 23 anos vive dando conselhos a celebridades como Claudia Leitte, dentro da doutrina renascerista.
Doutrina baseada no pragmatismo: não importam os métodos, o importante é trazer gente – de preferência jovem e descolada – para “a igreja”. Para isto, vale balada gospel, funk gospel, boate gospel, e literalmente vale tudo: até luta livre dentro do templo agora está na moda, tudo para “manter as pessoas na igreja”. Celebridades são bem-vindas, e não é exigência abandonar velhos hábitos. Como diria Gretchen – que se diz crente, mas de outra igreja parecida com a Renascer – “na Bíblia está escrito venha como estás” (sic).
Tudo em família: Hernandes assegurou o controle total sobre a igreja, se auto-nomeando “apóstolo”; para a esposa Sonia, criou o cargo e o neologismo de “bispa”, assim como para sua filha Fernanda (“bispa” Fê); seu filho Felippe também foi brindado com o episcopado e se tornou o “bispo” Tide. Gosta de ser chamado de “pai”, e nisso é obedecido pelas crianças do abrigo, pela Banda Katsbarnea e por 72 bispos da Renascer em Cristo. Em 2007 mais de um milhão de pessoas assumiram, por um abaixo assinado que "quero continuar sob seu cuidado e direção pelos próximos anos". Dezenas de pessoas tatuaram "Apóstolo Estevam" e frases do tipo: Eu te amo.
Enrolado: Em maio de 2002, a revista Época publicou denúncias contra o casal, que entrou com uma ação judicial contra a Editora Globo com pedido de indenização por danos morais; e em 2007 ganhou na Justiça cerca de R$410 mil.

O ano de 2006 foi profetizado pelo “apóstolo” com sendo “O ano de Isaque”, o ano da colheita. Em setembro, a Justiça bloqueou seus bens, num processo que corria em segredo de justiça, por estelionato, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica (por criarem uma 'igreja-laranja' - a "Internacional Renovação Evangélica" - para livrar a Renascer de processos). Com a prisão preventiva decretada, o casal ficou foragido até 19 e dezembro de 2006, mas se livrou por meio de manobras jurídicas. O que Isaque teve a ver com isso?

Mas aí, em janeiro de 2007  - “o ano de Elias” – o casal apostólico foi detido em Miami por portar U$56 mil e ter declarado U$10 mil à alfândega. Foram acusados de "cash smuggling" (evasão de divisas): tiveram que pagar fiança no valor de U$100 mil, respondendo o processo em liberdade vigiada, e assim permaneceram até 17 de agosto de 2007. Durante esse período continuaram pregando para os fiéis da Renascer no Brasil, via satélite, através de telões, alegando perseguições, que o Diabo havia se levantado, que era retaliação e outros jargões comuns às igrejas neo-pentecostais. Elias aí passou longe.

Na audiência, Sônia e Estevam se declararam culpados e arrependidos, e foram sentenciados a 140 dias de reclusão em regime fechado em fases intercaladas por terem que cuidar dos filhos. Enquanto Estevam cumprisse o período de reclusão, Sônia permaneceria em liberdade vigiada, e vice versa, além de uma multa no valor de U$30 mil para cada um. Estevam cumpriu o período em regime fechado em Miami entre agosto e dezembro de 2007. Ao sair do xilindró voltou a pregar via satélite para os fiéis no Brasil e a apresentar um programa diário ao vivo dos Estados Unidos através da Rede Gospel, e profetizou que 2008 seria o “ano de Ester” – o ano de reinar sobre todas as coisas. E 2009, o “ano de Davi”: “o homem mais forte da Bíblia, o homem mais poderoso de Deus. Esse é o ano em que Deus realmente vai fazer a diferença nas nossas vidas.Ano de vitórias, ano de restauração, ano de restituição, ano de conquista, ano de ser aclamado rei”, vaticinou “papai” Estevam.

Já 2010, pra quem não sabe, é o “ano apostólico de Pedro”, porque, segundo Hernandes, “Pedro foi o primogênito entre os apóstolos, o primeiro escolhido por Jesus. E este é o ano em que viveremos a primogenitura do chamado e que vamos andar sobre as águas. Nunca ninguém tinha andando sobre as águas e nós, da mesma forma, faremos coisas inéditas em 2010”. A Pedro, explicou o “apóstolo”, Jesus delegou uma autoridade superior, a mesma que está sobre a Igreja Apostólica em nossos dias. “Pedro recebeu as chaves do reino de Deus, a chave da autoridade. Tudo o que ligarmos na Terra será ligado nos céus. Este será um ano de portas abertas, o melhor ano espiritual da sua vida”. Bem, ainda faltam dois meses para a gente conferir se pelo menos essa “profecia” emplaca, porque as outras...

Enquanto isso, no mundo real,  o casal ainda responde processos, mas também processou o promotor do caso de 2007 alegando perseguição e apontando irregularidades jurídicas nos processos.

Calvário: Em janeiro de 2009 o teto de uma das filiais da Renascer em São Paulo desabou sobre o povo, causando a morte de 9 pessoas e ferimentos em muitas outras, o que abriu uma discussão a respeito da precariedade de templos evangélicos que usam galpões, cinemas velhos e outros espaços, muitas vezes sem condições mínimas de higiene e segurança, sendo, portanto, ilegais, por não terem alvará (autorização) de funcionamento. O caso respingou em outra igreja semelhante, a Mundial, que também alegou perseguição, vingança do Diabo etc.

Outro problema que permanece um mistério é a doença do “bispo” Tide, que exige tratamento hospitalar no exterior. Casa de ferreiro, espeto de pau?

Um dos mais destacados expoentes da Renascer, o “bispo” Gê, em que pese algumas iniciativas contra o crime, as drogas e em favor de segmentos desfavorecidos da sociedade, esteve enrolado no escândalo das passagens aéreas na Câmara Federal, rodou por meia dúzia de partidos em poucos anos e agora tenta se reeleger pelo DEM da Bahia, mostrando que reza pela cartilha de ACM, Heráclito Fortes, Marco Maciel, José Roberto Arruda, Tasso Jereissati, Agripino Maia e outros do mesmo partido.

Outro ex-braço-direito de Estevam, Zé Bruno, vocalista da banda Resgate e ex-“bispo primaz” da Renascer (desde quando igreja evangélica tem “bispo primaz”?), parece que cansou de ser pau mandado e saiu de debaixo da “cobertura” do “apóstolo”.  Vai seguindo pelo mesmo caminho do antigo mentor: ao invés de se congregar em alguma igreja histórica, bíblica, fundamentada na Bíblia, inaugurou sua própria, onde ele é a principal “cobertura”. Ou seja, cobertura é bom,desde que seja de você para baixo... Mas pelo menos esse não malha os que discordam de suas atitudes e doutrinas.

Ainda.

E agora eu pergunto: que moral tem este cidadão para dizer que quem o critica é endemoninhado?

47600

  © Blogger templates Modelo: Shiny by Ourblogtemplates.com 2008 - personalizado por Georges - que ralou pra caramba!

Voltar ao INÍCIO