Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Por falar em político evangélico...

Nós já havíamos publicado antes que achávamos uma grande besteira esse tal “dia do evangélico” – na foto, sessão solene da Câmara dos Deputados do Distrito Federal comemorando a data.
Agora vem esse “presente”, bem nessa data.
“Evangélicos” atolados até o pescoço no escândalo do “Mensalão dos Democratas”, que engolfou todo o primeiro escalão do governo do já conhecido José Roberto Arruda, aquele mesmo que violou uma votação no Senado e depois chorou ao renunciar para não ser cassado. E então, com mais um propinoduto a jorrar, um “evangélico” mete a bolada no bolso e, como bom cristão que deve ser, agradece pela “bênção”. 
O mico do deputado já atravessou o Atlântico: o jornal espanhol "El País" publicou matéria sobre essa esquisita ação de graças. Veja aqui. Quem puxa a oração da propina é o deputado distrital Rubens César Brunelli Júnior, filho do “apóstolo” Doriel de Oliveira, fundador da “Casa da Benção” – aquele de cabeça branca, que estava na solenidade com Dilma Rousseff, Estevam Hernandes, Robson Rodovalho, "bispo Gê" (o que trocou de mulher recentemente), e outros da mesma estirpe. A oração foi assim (confira no vídeo):
“Pai, queremos te agradecer por estarmos aqui. Sabemos que somos falhos, que somos imperfeitos, mas queremos agradecer aos santos que nos purificam. Olha, nós somos gratos pelo amigo Durval, que tem sido um instrumento de bênção para as nossas vidas e para essa cidade, que o Senhor contemple as questões do seu coração.
Tantas são as investidas, Senhor, de homens malignos contra a vida dele, contra as nossas vidas. Nós precisamos dessa tua cobertura, dessa tua graça, da tua sabedoria. De pessoas que tenham, Senhor, armas para nos ajudar nessa guerra. E, acima de tudo, é o Senhor.
Todas as armas podem ser falhas, todos os planejamentos podem falhar, todas nossas atividades, mas o Senhor nunca falha. O Senhor tem pessoas para condicionar e levar o coração para onde o Senhor quer. A sentença é o Senhor quem determina, o parecer e o despacho é o Senhor que faz acontecer.
Nós precisamos de livramento na vida do Durval, dos seus filhos, familiares. Nós precisamos de uma cidade diferente, o Senhor tem uma cidade diferente para nós. Tu tens um novo tempo para nós, Senhor. E eu creio, Senhor, na tua palavra. O Senhor é verdade, o Senhor é nossa Justiça. O Senhor é aquele que me abre as portas. Meu Deus, a palavra irá envergonhá-los, serão constituídos em nada aqueles que se levantarem contra nós. O Senhor um dia pegou um rei, o rei Nabucodonosor e fez ele pastar, comer capim, para entender que o Senhor prevalece. Meu Deus, nós estamos sendo alvo de petardos. Meu Deus, dá um jeito nessa situação. Tira esses homens do nosso caminho. Amém”.

Você diria “AMÉM” no final dessa oração?
Será que o nobre irmão deputado vai dar o dízimo da propina, para continuar prosperando e não ser alcançado pelo gafanhoto devorador, migrador, picador, ralador, moedor e multi-processador?
É assim que “vamos transformar esta nação”?
É essa a estratégia “para conquistar cidades”?
É desse jeito que “o Brasil é do Senhor”?
DE QUE ADIANTA QUERER SER RESPEITADO PELO "DIA DO EVANGÉLICO" SE A PORCA LAVADA NÃO SAI DO CHIQUEIRO?

Doa a quem doer.

  © Blogger templates Modelo: Shiny by Ourblogtemplates.com 2008 - personalizado por Georges - que ralou pra caramba!

Voltar ao INÍCIO